Pular para o conteúdo

ILUSTRAÇÃO PARA SERMÃO – QUE DIA TERRÍVEL

Ilustração para sermão – Que dia terrível

Certo dia, Martinho Lutero teve um sonho profundo e impactante. Imaginou-se diante de Deus, enfrentando o temido Dia do Julgamento. Nesse cenário, havia outra figura sinistra: Satanás, o acusador, estava presente e pronto para apontar todas as falhas e erros de Lutero.

Ao abrirem-se os livros celestiais, Satanás não perdeu tempo. Com voz forte e acusatória, apontou inúmeros pecados que Lutero havia cometido ao longo de sua vida. A lista parecia interminável, e a cada acusação, o peso da culpa parecia esmagar o coração de Lutero. Em sua mente, as memórias de suas transgressões surgiam, e a sensação de desespero aumentava a cada momento.

No entanto, em meio à escuridão e à condenação que se desenhava, algo dentro de Lutero se ergueu. Uma lembrança poderosa e redentora começou a iluminar sua mente. Ele recordou-se da cruz, daquela simbologia tão profunda e transformadora do sacrifício de Cristo. E, com renovada esperança e fé, ele enfrentou o acusador.

Virando-se para Satanás, Lutero não hesitou. Com uma voz firme e confiante, ele citou as palavras sagradas das escrituras: “O sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado” (1 Jo 1.7). Essa declaração não era apenas uma defesa, mas uma afirmação poderosa da graça e do perdão divinos. Lutero entendia profundamente o significado daquela verdade: que o sacrifício de Cristo era suficiente para redimir, limpar e restaurar qualquer alma arrependida.

Nesse sonho revelador, Martinho Lutero não apenas confrontou suas falhas, mas também testemunhou o poder transformador da graça de Deus. Através dessa experiência visionária, ele reafirmou sua fé na redenção oferecida por Jesus Cristo e entendeu, de forma mais profunda, a magnitude do amor de Deus pela humanidade.

“O sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado” (1 Jo 1.7).

 

Título: Ilustração para sermão – Ilustração para sermão – Que dia terrível
Fonte: Coletânea de Ilustrações do Pr. Natanael de Barros Almeida (276)
Data da publicação: 13/12/2023

Aproveite e deixe o seu comentário logo abaixo.
Veja também nossas demais ilustrações: Ilustrações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.