Pular para o conteúdo

EM BUSCA DA BÊNÇÃO PERDIDA

“Em busca da bênção perdida” é o título deste esboço de sermão Consolador, baseado na famosa história de Eliseu e a mulher sulamita (II Rs 4.18-30).

Já aconteceu com você ter recebido uma grande bênção de Deus (saúde, família, emprego, amor, bens, ministério, fé etc.), mas, depois, a perdeu? Triste, né? 

No entanto, esta história nos mostra que é possível ir em busca da bênção perdida. Vejamos as ATITUDES desta mulher incrível:

  • Ela não perdeu a cabeça
  • Ela voltou à fonte da bênção
  • Ela quebrantou o seu coração diante do Senhor
1ª ATITUDE: ELA NÃO PERDEU A CABEÇA

Ao ver o filho morrer em seu colo, ela não entrou em pânico nem em desespero. Não perdeu a cabeça. Ela foi tão comedida que nem mesmo informou o fato ao seu marido, provavelmente para não o desesperar. Que grande exemplo de autocontrole. De fato, ela era uma mulher de fé!

Tem gente que nas horas difíceis maldizem até a Deus, falam em desistir, em maldição, azar etc.

“Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus.” – 1 Coríntios 6:10,11

Lembre-se que o fruto do Espírito gera em nós o domínio próprio: “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, domínio próprio.” Gálatas 5:22

Siga o exemplo de Jesus, a ovelha muda, que se calou diante do sofrimento. (Is 53.7)

Mantenha a calma, não seja maldizente, não caia, não desespere. Não acrescente pecado ao seu sofrimento.

Controle-se, pois é Deus quem está no controle da sua vida.

2ª ATITUDE: ELA VOLTOU À FONTE DA BÊNÇÃO

Quando o menino morreu, a mulher sunamita foi até à casa de Eliseu, pois foi ele quem Deus usou para abençoá-la.

Tem gente que, em busca da bênção perdida, procura recuperá-la noutras fontes (engano, força bruta, manipulação, feitiçaria etc.), ou fica em casa “chorando as mágoas”.

O cristão genuíno volta à fonte da bênção (Deus) para reconquistá-la. E mesmo que não seja possível recuperar a bênção perdida, encontrará “descanso para a sua alma”. “Quem busca, encontra”. (Mt 7.8)

Busque ao Senhor enquanto é tempo, enquanto se pode consertar. Ore, jejue, faça vigília, medite na Palavra de Deus etc.

Comece agora mesmo! Uma grande caminhada começa com o primeiro passo.

3ª ATITUDE: ELA QUEBRANTOU O SEU CORAÇÃO

Ela não chorou na frente do marido nem abriu seu coração para Geazi (que era um tremendo mau caráter, um falso obreiro), mas, sim, e tão-somente aos pés do profeta.

“E se o meu povo… se humilhar, e orar…” (II Crônicas 7:14)

Há quanto tempo você não chora aos pés de JESUS? Como você consegue não chorar, vendo as coisas se destroçando à sua frente, vendo a família se acabando, vendo a igreja sofrendo, vendo vidas sendo destruídas?

“Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.” – Salmos 51:17

Peça a Deus quebrantamento, agora.

CONCLUSÃO

Coisas ruins acontecem, por isso, para irmos em busca da bênção perdida, precisamos manter a calma (não ser maldizente), voltar à fonte da bênção (Jesus) e nos quebrantarmos diante de Deus.

 

Título: Em busca da bênção perdida
Autor: Pr Ronaldo Franco
Data: Fevereiro/2010

Deixe seu comentário logo abaixo.

Veja também nossos demais esboços: Esboços

Em busca da bênção perdida

Antes de mais nada, Senhor, fazei de mim um instrumento de vossa paz.
Acima de tudo, onde houver ódio, que eu leve o amor.

Por outro lado, onde houver discórdia, que eu leve a união.
Em síntese, onde houver dúvidas, que eu leve a fé.
Onde houver erros, que eu leve a verdade.

Assim como, onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Contudo, se houver desespero, que eu leve a esperança.
Igualmente, se houver tristeza, que eu leve a alegria.

Em contrapartida, Senhor, fazei de mim um instrumento de vossa paz.

9 comentários em “Em busca da bênção perdida”

  1. João Evangelista Ferreira

    Fui pessoalmente confrontado com tanta clareza. Muito obrigado meu amigo. Ter no abraço extensivo à ir. Vânia e todos os seus.

  2. Josimar Carvalho dos Santos

    Maravilhosa mensagem!
    Muito obrigado por compartilhar essa dádiva conosco.
    Que Deus o abençoe sempre.

  3. Palavra maravilhosa pastor, que os céus te abençoem estou aqui na guarita do trabalho neste domingo em plena nas 16:03 hr e pude sentir Deus falar comigo de uma forma tão linda como já não ouço a tempos Deus te abençoe Pastor.
    abraços e saudações.

  4. paz do Senhor amado ,tenho me fartado desse pao maravilhoso . gostaria de saber se nao tinha como arrumar um jeito de imprimir para poder dar estudos tambem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.