Pular para o conteúdo
A GANÂNCIA DOS PARENTES
Gênesis 13
Deus de promessa – I Jo 2.25

Frequentemente, quando Deus começa a abençoar alguém logo aparecem  parentes e aproveitadores tentando pegar uma “carona”. Com Abrão não foi diferente, seu sobrinho Ló, que veio junto com ele lá de Ur dos Caldeus, logo começou a disputar e a brigar com seu tio por terra e recursos. Este texto nos ensina algumas das melhores ATITUDES para se lidar com isso.

a) ANTES DE MAIS NADA, CONTINUE ADORANDO AO SENHOR
     Em primeiro lugar:
    – Abrão adorou ao Senhor do início ao fim deste conflito.
    – Adorou novamente em Betel (vs 1-4).

    – Adorou também junto a Hebron, depois que se separou de Ló (vs 18).
b) ENTÃO, CONCILIE A SITUAÇÃO (vs 5-9).

    Entretanto, Abrão agiu como conciliador da sua própria causa. Ele disse para Ló: “Não haja contenda entre mim e ti… por somos parentes chegados… escolhe você primeiro com qual parte da terra você quer ficar”.

c) ACEITE AS PERDAS MOMENTÂNEAS (vs 10-13).
    É lógico que o ganancioso Ló escolheu as melhores terras (“por que era bem regada”), deixando o “resto” para seu tio. Mesmo percebendo que seu sobrinho estava lhe “passando a perna”, para evitar novos conflitos, Abrão aceitou a escolha dele.

PONTO-CRUZ   (use este PC aqui)   – O que é isso? 
Se pela recompensa que lhe estava proposta, Jesus suportou a cruz (Hb 12:2), pelas promessas de Deus em nossas vidas, nós também podemos suportar todas as provas e perdas.
d) E CONTINUE FIRME NAS PROMESSAS DO SENHOR (vs 14-18). 
    Todavia, mal sabia Ló que ninguém podia tomar aquilo que Deus havia prometido para Abrão e, mesmo não sendo necessário, em razão da Sua fidelidade peculiar, como que para acalmar o coração de Abrão, Deus repete suas promessas para ele.

CONCLUSÃO
Em conclusão, quando Deus começa a abençoar alguém, logo aparecem os aproveitadores. Nesta situação não convém aos eleitos ficar brigando por “migalhas”, ao invés disso, continue adorando ao Senhor, cultive uma atitude conciliadora e aceite as perdas momentâneas, pois as promessas de Deus certamente irão se cumprir em sua vida.

Título: A ganância dos parentes.
Autor: Pr Ronaldo Alves Franco
Site do Pastor
Data: 05/06/2020

Veja também nossos Artigos

A ganância dos parentes

Site do Pastor, no ar desde 30/09/2003 suprindo os pregadores com mensagens, esboços e ilustrações de alta qualidade, para que o ato de pregar o Evangelho seja cada vez mais dignificado e valorizado.

Toda honra e toda glória sejam dadas a Jesus Cristo, o Filho do Deus Altíssimo!



Antes de mais nada, Senhor, fazei de mim um instrumento de vossa paz.
Acima de tudo, onde houver ódio, que eu leve o amor.
Discórdia, que eu leve a união.


Em síntese, onde houver dúvidas, que eu leve a fé.

Onde houver erros, que eu leve a verdade.
Assim como, onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Desespero, que eu leve a esperança.
Tristeza, que eu leve a alegria.
Trevas, que eu leve a luz.

3 comentários em “A ganância dos parentes”

  1. Wagner rangel Costa

    Quem tem a promessa ,pode plantar até no deserto, Abraão sabia a quem servia ,e lo um materialista.. esse sermao me ensinou muito ..benção pura pstr ..

  2. Sidney Ribeiro Balut

    Texto muito proveitoso!Não são só os parentes que se aproveitam de um irmão que desponta na fé e no serviço na obra de Deus.São também religiosos gananciosos que logo querem garantir que aquele pregador ou aquela cantora pregue ou cante exclusivamente em sua denominação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.